14 de fevereiro de 2011

Não podia deixar passar este dia em branco

até porque tenho muito pouco para dizer ultimamente. Mas, neste dia, quero partilhar uma crença minha. Acredito que no amor existe uma lei equivalente àquela que diz “olho por olho, dente por dente”. É das leis mais antigas que existem, é a lei da retaliação. Eu subscrevo, em relação ao amor.
Amor com Amor se paga. Assim, se quiserem algo mais moderno.

Ponham-se a jeito e espalhem o vosso Amor como um vírus, é o que se me apraz dizer neste dia dedicado ao amor romântico. E boas colheitas. Isso, e algo assim mais cor-de-rosa.
Para os mal amados, desesperançados, para os agarrados à coca, ou simplesmente para quem não sabe o que estou a falar, aqui fica a notícia do dia: Paixão. O Cupido atinge numa fracção de segundo e um beijo sabe a cocaína.


8 comentários:

Brown Eyes disse...

Tulipa quando li: "olho por olho, dente por dente” fiquei um bocadinho assustada, esta frase aplicada ao amor assusta. No amor nada deve ser feito como retribuição mas sim por vontade. Aliás em geral nada deve ser feito para retribuir, devemos agir sempre segundo a nossa vontade, sabe melhor para quem faz e para quem recebe.
Beijinhos

Tulipa disse...

concordo Brown Eyes, mas o sentido é mais geral...semeia amor, recebes amor! É a retribuição de um sentimento, não tem nada a ver com vontades, nem com algo que se "faça", sem altruismo, é só mesmo sobre o verdadeiro amor, aquele tão primário como a aplicação da frase "olho por olho, dente por dente".
Beijinho

Catarina Reis disse...

Não creio que tenhas muito pouco por dizer e a prova disso é mais um post imaginativo.
Beijos e gosto da parte do espalhem o vosso amor.

Tulipa disse...

Obrigada Catarina! Eu tento fazer a minha parte :) beijinhos

El Matador disse...

Ehehe,os agarrados à coca é que a sabem toda.

Tulipa disse...

Pois é matador, mas parece que um beijo faz o mesmo efeito :)
Imagina só muitos beijos, muito tempo seguido, o efeito é tipo speedball, e agarra e tudo :)

luisa disse...

Chiii tanta ciência para explicar um beijo... e quem diria que Cupido é tão veloz?

Tulipa disse...

é verdade luisa, há coisas que não vão lá com a ciência :)