28 de dezembro de 2007

... e porque se aproxima o fim do ano, vamos dançar!

27 de dezembro de 2007


Apanhados de surpresa por um sentimento que não era o nosso, num lugar que não era o nosso, num percurso impossível de controlar...
Como estar a assistir a um filme, daqueles muito bons, em que estamos a imaginar o final e, já bem no fim ou não, o argumento, a história muda e surpreende-nos...e saímos do filme com a sensação de satisfação total dos sentidos...

26 de dezembro de 2007

Ressurreição

No Natal celebra-se o nascimento de Jesus mas, para mim, este Natal soube-me a Páscoa!

20 de dezembro de 2007

Uma musica de Natal...

19 de dezembro de 2007

"Camarão que dorme, as ondas do mar levam..."

16 de dezembro de 2007

Inspiração

Não tenho muito jeito para a culinária, confesso. Mas tenho me esforçado...e não me tenho saído nada mal!
Aqui fica a minha inspiração!

15 de dezembro de 2007

Não é fácil manter uma mentira. A mentira exige um grande gasto de energia, exige criatividade, dissimulação e memória. Por isso, é mais fácil ser cobarde.
Mentir ou não dizer nada não é a mesma coisa é certo, mas o efeito, esse sim, pode ser igual!

Eu gosto de desafios e gosto de viver a emoção, não consigo imaginar uma coisa pior do que viver uma vida estagnada, baseada no que não existe.
Gosto de fantasiar sim, a fantasia é alimento para a alma.
Só estou desiludida porque vivi, só errei porque fiz, só menti porque falei, mas vivi!

13 de dezembro de 2007


Com a temperatura que está hoje, o termómetro chegou aos 5º C, só me apetece gritar: volta verão!!!!


3 de dezembro de 2007

"Podes enganar todos durante algum tempo, podes enganar alguém sempre, mas jamais poderás enganar todos o tempo todo"
Ao contrário do que poderia ser pensado, numa análise fria e pouco reflectida, esta frase pode nada ter a ver com mentiras. Podemos nos enganar a nós próprios durante algum tempo, enganar até todas as pessoas que estão à nossa volta, sem estar a mentir. Mas, chega uma altura em que percebemos o engano e, aí sim, escolhemos manter uma farsa, uma mentira, ou ser leal connosco e com os outros.

2 de dezembro de 2007


"Quando nós queremos muito uma coisa, todo o Universo conspira para que ela se realize"

Aqui fica a minha parte.... do fundo do coração, boa sorte!



26 de novembro de 2007

Sobre o Natal


O Natal para a cultura Católica Romana celebra, no dia 25 de Dezembro, o nascimento de Jesus Cristo.
Por isso, esta época é encarada como de consagração à união da família, à paz, à fraternidade e à solidariedade entre os Homens.
Por isto mesmo, ilumina-se as ruas, apela-se aos consumos com montras recheadas de coisas necessárias, aumenta-se os horários de abertura do shopping, para podermos estar todos juntos mais tempo, apertadinhos, uns com os outros.
Não percebo porque esta época é também uma altura em que aumenta a tristeza e melancolia a tantas pessoas. Estar com os outros e para os outros torna-se um ritual difícil de fugir.
É nesta altura que nos apercebemos de tudo o que desejámos no início do ano e que não concretizámos.
Por isso há que ter calma, estas reacções são só a reacção à frustração acumulada durante o ano.
Mas, a vantagem, é que temos de novo, e logo a seguir ao Natal, a oportunidade de voltar a pedir todos os desejos para o novo ano!

23 de novembro de 2007

Sugestão de Fim de Semana!

"A Melhor Juventude", realizado por Marco Tulio Giordana


É a história de uma família italiana do fim dos anos 60 até aos nossos dias. No centro da história, dois irmãos: Nicola e Matteo. No início, partilham os mesmos sonhos, as mesmas esperanças, leituras, amizades. Até ao dia em que o encontro com uma jovem rapariga com problemas psíquicos ditará o destino de cada um e separará os seus caminhos…
As personagens perseguem os seus sonhos atravessando a História: crescem, magoam-se, criam novas ilusões em que apostam todas as suas energias. Como todas as pessoas. Como todos nós...
http://www.atalantafilmes.pt/2004/amelhorjuventude/juventude.htm

15 de novembro de 2007

Ilusões

Ainda que, o nosso olhar nos possa enganar...

Sabemos que, segundo a Geometria, duas linhas paralelas nunca se encontram.

4 de novembro de 2007


A vida adulta está cheia de desafios extremamente difíceis de ultrapassar!

Por isso, eu desejava muito voltar a ser criança, para poder fazer tudo o que me apetecesse;

Saber que haveria sempre alguém responsável pelos meus actos;

Poder dizer tudo o que me vinha à cabeça e saber que se riam com a minha inocência...

Pois é, mas como isso não é possível, é melhor tomar cuidado e parar de fazer e dizer asneiras!

Até porque, sou eu quem vai arcar com as consequências...

:)

30 de outubro de 2007

Sobre esperança... "...é possível que o impossível um dia venha a acontecer..."

21 de outubro de 2007


Eu sei que para para estarmos juntos não precisamos de estar perto, basta estar dentro do coração.
Mas...
preferia ver-te 5 minutos por dia, do que não te ver durante um mês, pelo menos tinha 5 minutos por dia de alegria! ƒ

19 de outubro de 2007

The Pixies : Where Is My Mind (1988)

Porque sou uma cidadã interveniente e participativa na sociedade, decidi juntar-me à maioria, ficar doente…e fazer umas pequenas férias de Outono. ƒ

18 de outubro de 2007

INSTANTES
Se eu pudesse viver novamente a minha vida, na próxima trataria de cometer mais erros. Não tentaria ser tão perfeito, relaxaria mais. Seria mais tolo ainda do que tenho sido, na verdade bem poucas coisas levaria a sério. Seria menos higiênico. Correria mais riscos, viajaria mais, contemplaria mais entardeceres, subiria mais montanhas, nadaria mais rios. Iria a mais lugares onde nunca fui, tomaria mais sorvete e menos lentilha, teria mais problemas reais e menos problemas imaginários. Eu fui uma dessas pessoas que viveu sensata e produtivamente cada minuto da vida, claro que tive momentos de alegria. Mas se pudesse voltar a viver, trataria de ter somente bons momentos. Porque, se não sabem, disso é feita a vida, só de momentos, não percas o agora. Eu era um desses que nunca ia a parte alguma sem um termômetro, uma bolsa de água quente, um guarda-chuva e um pára-quedas. Se voltasse a viver, começaria a andar descalço no começo da primavera e continuaria assim até o fim do outono. Daria mais voltas na minha rua, contemplaria mais amanheceres e brincaria com mais crianças, se tivesse outra vez uma vida pela frente. Mas já viram, tenho oitenta e cinco anos e sei que estou morrendo.
(Jorge Luís Borges)

11 de outubro de 2007

Sobre a felicidade ...

8 de outubro de 2007

O tempo é o que fizermos dele ...

3 de outubro de 2007

O sentido da vida Ponha a mão no peito e sinta as batidas do seu coração. Esse é o relógio da sua vida tiquetaqueando a contagem regressiva do tempo que lhe resta. Um dia ele parará. Isso é cem por cento garantido e não há nada que você possa fazer a respeito. (…) É preciso coragem e dedicação para viver os seus sonhos. (Claro, também é preciso lembrar onde acaba a coragem e começa a estupidez.) (…) É importantíssimo fazer o que o deixa feliz - e da melhor maneira possível. (…) Tenha sempre em mente que, faça o que você fizer, os enganos são parte da vida e não perca tempo castigando-se por erros do passado. Não fique ruminando se está ou não a fazer a coisa certa. Você saberá sempre a resposta no seu coração. (…) Quando você se propõe a realizar os seus sonhos, muitos tentarão detê-lo (incluindo os que mais o amam). (…) Como todas as pessoas, você terá alguns dias melhores que outros. De vez em quando, tudo parecerá uma grande zona de perigo. As pessoas olharão para você com estranheza quando souberem o está a tentar atingir, e você começará a ouvir seus detractores e a ter duvidas. (…) Mas, melhor do que tudo, ao fazer coisas que enroscam os seus bigodes de prazer (presumindo-se, claro, que tenha bigodes), você inspira os outros a irem atrás dos seus sonhos, e é assim, meu amigo, que se transforma o mundo! (…) Sabe de uma coisa? Mesmo que você cometa enganos e esteja errado sobre quase tudo, ainda assim a sua vida será uma aventura fantástica e divertida; (…) E sabe de outra coisa?

Se você ouvir o seu coração e usar a cabeça, nunca estará errado!

Escapadinha de Fim de Semana

"O Sentido da Vida" de Bradley Trevor Greive

1 de outubro de 2007

Sobre cães e gatos! A grande diferença entre cães e gatos está na forma de pensar! Quando está a ser alimentado, um cão pensa: “O meu dono gosta tanto de mim, ele é tão bom, deve ser um Rei !” Quando está a ser alimentado, um gato pensa: “O meu dono gosta tanto de mim, sou tão bom, sou um Rei ! miau!

26 de setembro de 2007

Estranha forma de vida

Fado...

21 de setembro de 2007

Parabéns !!!!


20 de setembro de 2007

Boa Sorte !!!!!!


17 de setembro de 2007

Ao contrário do que se costuma dizer, nem tudo o que sabe bem faz mal…

Estar contigo faz-me bem…

Não quero ser perdoada, adoro os meus pecados!

16 de setembro de 2007

Agora sim, tudo começa a fazer sentido!

Descobri, ao fazer o meu mapa astral, que tenho a lua em escorpião!

Lua em Escorpião
Expressa a necessidade de intensidade, de intimidade, de cumplicidade e de lealdade.
Nada é exactamente o que parece.
Intenso magnetismo físico e emocional e busca de intensidade nas relações.
Deve canalizar sua poderosa energia interior para propósitos construtivos.
Necessidade de relações profundas e transformadoras.
Forte sexualidade.
Dons psíquicos e intuitivos.
Atracção por experiências com o "oculto".
Combata sentimentos extremistas, como ciúmes e ressentimentos.
Renove suas emoções.
Auto-imagem sedutora e misteriosa.

13 de setembro de 2007

Sobre a vida...

Salvador Dali

Não se erra ou se acerta a vida, vive-se a vida!

10 de setembro de 2007

Sobre o Protagonismo… Há quem faça tudo para aparecer…, há quem goste de brilhar *…, há quem goste de ficar sempre em plano de destaque… … até nas fotografias dos outros!
Quem não gosta?! :)

7 de setembro de 2007

Edvard Munch "O Grito"

6 de setembro de 2007
















Desculpa …foi sem querer! É, provavelmente, a frase que menos gosto de ouvir. Primeiro, estou convicta que as desculpas não se pedem, evitam-se. Depois, repugna-me a ideia que as pessoas fazem coisas sem querer. Por isso, a conjugação do “desculpa” e do “foi sem querer” é para mim o limiar da hipocrisia. Eu sei que faz parte da cultura Portuguesa. Também eu já fui vítima desta herança cultural, que nos faz andar no metro de Lisboa a pedir desculpas e a dizer que foi sem querer a todas as pessoas que se atravessam no nosso caminho e que tocamos “sem querer”. Mas, este aspecto cultural, eu até suporto...

3 de setembro de 2007

Sobre o tempo...




A espera....


Salvador Dali, A Persistência da Memória (1931)

28 de agosto de 2007

Sobre associações…



Somos donos e senhores do nosso destino e somos os principais actores da nossa história.

No entanto, passamos a vida a fazer associações…
Associamos um acontecimento bom, a uma pessoa;
Associamos uma música, a uma pessoa;
Associamos um filme, a uma pessoa;
Associamos o mar, a uma pessoa;
Associamos um jardim, a uma pessoa;
Associamos uma peça de roupa, a uma pessoa;
Associamos a chuva, a uma pessoa;
Associamos uma história, a uma pessoa;
Associamos um acessório, a uma pessoa;
Associamos uma cidade, a uma pessoa;
Associamos uma paisagem, a uma pessoa;

Associamos a Lua, a uma pessoa;
Associamos o Sol, a uma pessoa;
Associamos um acontecimento mau, a uma pessoa.
Não necessariamente por esta ordem, nem à mesma pessoa!

24 de agosto de 2007

Para quem gosta de gatos!
Em Roma, no centro da cidade, existe um local que é uma espécie de asilo de gatos... sim, em vez de abandonarem os gatos pelas ruas, deixam-nos naquele local.
São todos muito bem tratados e vivem da caridade das pessoas...
Fica o exemplo!
Com tantos locais ao abandono no centro de Lisboa, quem sabe se uma comunidade para gatos poderia passar a integrar os roteiros turisticos da cidade.

23 de agosto de 2007

Hoje recebi um e-mail, daqueles a desejar muito azar a quem não devolver...enfim, mas achei engraçado partilhar tanta sabedoria.

Sabias que quando invejas alguém, é porque na verdade gostas dessa pessoa?

Sabias que aqueles que parecem ter um coração muito forte, são na verdade fracos e mais susceptíveis?

Sabias que aqueles que passam o seu tempo protegendo os outros são aqueles que na verdade precisam que alguém os proteja a eles?

Sabias que as três coisas mais difíceis de dizer são: Amo-te, desculpa e ajuda-me?

As pessoas que dizem isto realmente sentem necessidade disto ou sentem-no, e são aqueles que realmente precisas de valorizar, porque o disseram.

Sabias que aquelas pessoas que se ocupam servindo de companhia para alguém ou ajudando os outros, são aqueles que realmente precisam de companhia e ajuda?

Sabias que aqueles que se vestem de vermelho são os que têm mais confiança em si próprios?

Sabias que aqueles que se vestem de amarelo são aqueles que apreciam a sua própria beleza?

Sabias que aqueles que se vestem de preto, são aqueles que querem passar despercebidos e precisam da tua ajuda e compreensão?

Sabias que quando ajudas alguém, que a ajuda retorna a ti a duplicar?

Sabias que aqueles que necessitam mais da tua ajuda são aqueles que menos o mencionam?

Sabias que é mais fácil dizeres o que sentes escrevendo do que dizê-lo cara a cara? Mas sabias que tem mais valor quando o dizes na cara?

Sabias que o mais difícil para ti de fazeres ou dizeres é mais valioso de que algo que vale muito dinheiro?

Sabias que se pedires algo com muita fé, os teus desejos estão garantidos?

Sabias que podes tornar os teus sonhos realidade, tal como apaixonares-te, tornares-te rico, saudável, se o pedires com fé, e se realmente souberes, ficarás surpreso com aquilo que consegues fazer.

Mas não acredites em tudo que te digo, até que o tentes por ti mesmo…

Eu acredito que é importante não esquecer algumas destas informações tão valiosas!

22 de agosto de 2007

Energia Positiva!

Comprometam-se com a vida, com muita paixão e entusiasmo!

O optimismo é um impulsionador para a Felicidade!

A esperança, a fé no futuro, a confiança em nós mesmo, tornam os nossos objetivos muito próximos de serem alcançados.

O amor e a paz interior são o caminho para uma vida equilibrada!


16 de agosto de 2007

QUEM SABE?! ... Eu sigo-te e tu foges. É este o meu destino: Beber o fel amargo em luminosa taça, Chorar amargamente um beijo teu, divino, E rir olhando o vulto altivo da desgraça! Tu foges-me, e eu sigo o teu olhar bendito; Por mais que fujas sempre, um sonho há de alcançar-te Se um sonho pode andar por todo o infinito, De que serve fugir se um sonho há de encontrar-te?! Demais, nem eu talvez, perceba se o amor É este perseguir de raiva, de furor, Com que eu te sigo assim como os rafeiros leais. Ou se é então a fuga eterna, misteriosa, Com que me foges sempre, ó noite tenebrosa!
Por me fugires, sim, talvez me queiras mais!

10 de agosto de 2007

Sugestão de fim-de-semana Quem de nós dois “Eu e você Não é assim tão complicado Não é difícil perceber Quem de nós dois Vai dizer que é impossível O amor acontecer Se eu disser que já nem sinto nada Que a estrada sem você é mais segura Eu sei você vai rir da minha cara Eu já conheço o teu sorriso, leio teu olhar Teu sorriso é só disfarce Que eu já nem preciso Sinto dizer Que amo mesmo, Tá ruim pra disfarçar Entre nós dois Não cabe mais nenhum segredo Além do que já combinamos No vão das coisas que a gente disse Não cabe mais sermos somente amigos E quando eu falo que eu já nem quero A frase fica pelo avesso Meio na contra-mão E quando finjo que esqueço Eu não esqueci nada E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais E te perder de vista assim é ruim demais E é por isso que atravesso o teu futuro E faço das lembranças um lugar seguro Não é que eu queira reviver nenhum passado Nem revirar um sentimento revirado Mas toda vez que eu procuro uma saída Acabo entrando sem querer na tua vida Eu procurei Qualquer desculpa Pra não te encarar Para não dizer De novo e sempre a mesma coisa Falar só por falar Que eu já não tô nem aí pra essa conversa Que a história de nós dois não me interessa Se eu tento esconder meias verdades Você conhece o meu sorriso Lê no meu olhar Meu sorriso é só disfarce Porque eu já nem preciso E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais E te perder de vista assim é ruim demais E é por isso que atravesso o teu futuro E faço das lembranças um lugar seguro Não é que eu queira reviver nenhum passado Nem revirar um sentimento revirado Mas toda vez que eu procuro uma saída Acabo entrando sem querer na tua vida» “Quem de nós dois” de Ana Carolina

9 de agosto de 2007

Ser feliz não é ter uma vida perfeita, mas deixar de ser vítima dos problemas...

E se tornar o autor da própria história!

8 de agosto de 2007

Sobre tomar decisões "Nossas dúvidas são traidoras e fazem-nos perder o que, com frequência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar."
Sobre o Tempo...
A eternidade de um momento… “Florentino Ariza nunca mais teve oportunidade de se encontrar a sós com Fermina Daza, nem de falar a sós com ela nos muitos encontros das suas tão longas vidas, senão cinquenta e um anos, nove meses e quatro dias depois, quando lhe repetiu o juramento de fidelidade eterna e de amor para sempre, na sua primeira noite de viúva.”

3 de agosto de 2007

Sobre conselhos…
“Do que você precisa, acima de tudo, é de se não lembrar do que eu lhe disse; nunca pense por mim, pense sempre por você; fique certo de que mais valem todos os erros se forem cometidos segundo o que pensou e decidiu do que todos os acertos, se eles forem meus, não seus. Os meus conselhos devem servir para que você se lhes oponha”. Agostinho da Silva Textos e Ensaios Filosóficos I, Âncora Editora, 1999
Agora queixas-te!? Aguenta-te, aprende, faz diferente para a próxima…
…e não digas que não avisei… ☺

30 de julho de 2007

A Vida é um esboço...todos imaginamos o produto final!!!
“Não há como testar qual decisão é a melhor, porque não há base para comparação. Vivemos as coisas conforme elas se apresentam, desavisados, feito um actor entrando frio em cena. E de que vale a vida, se o primeiro ensaio para ela é ela própria? É por isso que a vida é sempre como um esboço. Não, ‘esboço’ não é bem a palavra, porque um esboço constitui-se das linhas gerais de alguma coisa, a base de uma pintura, ao passo que esse esboço que é nossa vida é um esboço de coisa alguma, linhas gerais de pintura nenhuma. Einmal ist keinmal, Tomas diz a si mesmo. O que só acontece uma vez, afirma o provérbio alemão, melhor seria que não tivesse acontecido. Se temos uma única vida para viver, melhor seria não ter vivido.” - Milan Kundera