3 de dezembro de 2010

Resoluções de ano novo, ou não cometer duas vezes o mesmo erro é sinal de inteligência

Gosto sempre de fazer a retrospectiva do ano, esta época presta-se a essas coisas. Na última passagem de ano, bebi um bocado demais, repeti o mesmo desejo doze vezes enquanto engolia as doze passas. A coisa não correu muito bem, grande parvoíce, é por isso que são doze passas e não é só uma. Pede-se doze desejos para podermos diversificar, aumentar as hipóteses de pelo menos um se concretizar ao longo dos doze meses seguintes. E eu, armada em esperta, gulosa, pedi doze vezes o mesmo desejo. Realizou-se, mas depois fiquei sem mais nada.

11 comentários:

Sara sem Sobrenome disse...

Ora bem, pior-pior era se nem esse desejo se realizasse. Acho que isso seria bem pior.:)

Tulipa disse...

Também é verdade Sara :)

Rafeiro Perfumado disse...

E se nós comermos doze figos passados, será que os desejos se realizam em tamanho gigante?!?

Beijoca!

Tulipa disse...

Se formos pela lógica de quanto maior for :)

tadeu disse...

este ano vou tapar os ouvidos, fugir das passas e do álcool.
com ou sem, ano igual este(mesmo com a presença dos ingredientes atrás citados)não quero nunca mais!
chiça...
mas queremos coisas boas, certo?
então força para todos nós!!

Tulipa disse...

Muita força para todos nós! :)

El Matador disse...

Ainda se realizou um, menos mau:)

Catarina Reis disse...

Pelo menos houve um que se realizou... Beijos

Tulipa disse...

Sim :)
Venham mais!

Malena disse...

Huuummmm... Será que se relacionava com... SEXO?? Assim sendo, 12 vezes já deixaria qualquer um de gatas!! :P

Tulipa disse...

Malena, 12x dava uma média de 1 por mês, e isso não é bom, nada mesmo bom! :)