9 de junho de 2010

Entre um beijo e outro beijo

- Não consegues ver que ela não tem o mínimo interesse em ti!?
- Estás a ser má. As coisas não são assim tão lineares.
- Não são? Se de um momento para o outro, ela diz que vai embora e nem pergunta o que tu achas…
- Mas a vida é dela.
- Por isso mesmo. Ela escolheu vivê-la sem ti.
- Como é que podes ser assim tão directa? Há pouco tempo atrás disse-te uma coisa parecida, de uma forma um pouco mais carinhosa, e tu disseste que estava errado e ficaste zangada.
- É que nós conseguimos ver melhor e avaliar melhor as situações relativas aos outros.
- Mas podias ser mais meiguinha.
- Para quê? Tu não vais aceitar de forma nenhuma. Só te quero chamar à realidade, embora saiba que neste momento é impossível.
- Ele tem-te procurado?
- Não.
- Estava a ser mau.
- Não consegues. É uma arte feminina.

25 comentários:

Catarina Reis disse...

Nada como a sensibilidade da sinceridade feminina.
Bjs Catarina

Tulipa disse...

A sinceridade às vezes custa, Catarina. kiss

Ana, Dona do Café disse...

As mulheres têm mais tacto para estas coisas. Conselhos como os que deste são dons que possuímos...
(depois também há quem desenvolva demasiado, como se soubesse do que está a falar e, como não se aplica a toda a gente, dá asneira 'tanta sabedoria'. Há praí muito blog só feito disso, é pena; se queriam ser psicólogas ainda vão a tempo mas, não há paxorra para conselhos de gente que não conhecemos de parte alguma!).
Às vezes não queremos ouvir a verdade...mas, mesmo que a neguemos, ela fica a pairar e faz-nos pensar.
É uma das coisas que faz com que os amigos sejam realmente amigos - dizer a verdade, no matter what :)
A*

Tulipa disse...

Concordo plenamente contigo Ana, os amigos têm que dizer a verdade, ou melhor, dizer exactamente aquilo que sentem.
Conselhos, há muito tempo que os deixei de dar ;)...exactamente porque o que serve para mim nem sempre encaixa nos outros, mas a opinião eu dou e dizer o que sinto tb. kisses

Helga disse...

É uma arte feminina... arrasou!

Adorei! 5 estrelas!

Kiss :)

Tulipa disse...

Kiss, Helga! ;)

O símbolo disse...

haah
Do inferno!

Lembrou um personagem de amor doentio de "Amor nos tempos de cólera"

Faltou a máxima "não é o quê você diz, é como diz!"

Homem é que acredita e tenta ser mau.
Mulher é cruel.

El Matador disse...

e eu conheço umas quantas artistas.

Tulipa disse...

Símbolo, por acaso esse é o livro que gostei mais de Gabriel Garcia Márquez :) e não era amor doentio, era amor platónico :)
Mais importante do que o que se diz é a forma como se diz, sem dúvida :)

Tulipa disse...

Matador, quem não conhece? :)

Spark disse...

Ai somos tão mauzinhos :P

Tulipa disse...

Às vezes somos, Spark :)

Manuela Coelho disse...

Primeiro deixa-me dizer-te que gostei do texto.Serve de base para uma boa conversa.Mas os sentimentos estão muito para lá de um bom conselho. E nós somos implacáveis quando os damos.Há coisa inexplicáveis, que só o tempo cura e o próprio consegue resolver.Muito embora o empurraozinho possa fazer alguma diferança...
Enfim.

Beijinhos

Tulipa disse...

Obrigada Manuela. Eu sou mais apologista de que um beijo e um abraço fazem muito mais do que um conselho, mesmo que seja um bom conselho. Enfim...tem dias :) kisses

Rafeiro Perfumado disse...

Quando me perguntam algo mais sensível, contraponho sempre se desejam a resposta sincera ou a resposta diplomática. Optam sempre pela sincera, e raramente ficam satisfeitos...

Tulipa disse...

Rafeiro, isso não é justo... :)
Eu responderia "engana-me que eu gosto" :)

Rafeiro Perfumado disse...

Não acredito nisso, as pessoas querem ouvir a verdade, apesar de serem raras as que conseguem lidar com ela. Só que eu não sou nada dado a diplomacias...

Lala disse...

...são armas ;D

Beijinho**

Tulipa disse...

...de arremesso :) kisses

Tio do Algarve disse...

Um arte MUITO feminina... Temos muito aprender com as mulheres!
:)

Tulipa disse...

E nós temos muito a aprender com os homens! :)

lânternamágica disse...

mas será que as mulheres , em grande maioria digo eu, não se estarão a habituar a ser bajuladas, conquistadas, e com isso se querem fazer valer de critérios virtuosos que não lhes pertencem? se vangloriarem com essa suposta " capacidade" de visão feminina?

Tulipa disse...

lanternamágica, as mulheres deverão sempre de se vangloriarem das suas capacidades e deverão também de ser bajuladas e conquistadas. kisses

lânternamágica disse...

Se calhar vos habituamos mal heheheh eu sempre preferi escolher e a conquista só existe quando ela se deixa conquistar. Contudo, creio que vocês são dificeís e não é pouco. Se vocês. soubessem, os engenhos intelectuais que engendramos para ficar bem na foto, seriam vós as que nos mais nos bajulariam. Contudo, também a mulher ama, também ela sofre, também ela fica apaixonada e cai na teia da ilusão . Mas, fica sempre bem seguir algo que está nos genes: Conquistar.

Tulipa disse...

A parte da conquista é das mais bonitas :) mas vale tanto quanto as outras. A paixão é uma coisa muito boa! kiss