5 de maio de 2010

Há momentos em que não me apetece dizer absolutamente nada.

13 comentários:

luisa disse...

E que bom que é, por vezes, ficarmos em silêncio... e ouvirmo-nos por dentro.

El Matador disse...

Compreendo-te perfeitamente.

Catarina Reis disse...

Olá Tulipa...por vezes também acontece o mesmo comigo.
Sinto por aí hoje um pouco de nostalgia... mas não quero isso, mas vá lá tens tanto jeito com as palavras, tens de certeza sempre algo para dizer... fico à espera.
Bjs Catarina

Tulipa disse...

Luísa, às vezes o barulho à volta torna difícil nos conseguirmos ouvir por dentro.

Matador, obrigada pela compreensão.

Catarina, atinge-nos a todos. Obrigada pelo elogio. Não me calarei ;)

Manuela Coelho disse...

O silêncio diz imenso. Mas por aqui não é nada conveniente, é que nós queremos ouvir-te.

Beijinhos

Rafeiro Perfumado disse...

Acho que com isso disseste muito...

Tulipa disse...

É verdade Manuela e rafeiro, o silêncio diz muito. kisses

Manuela Santos disse...

Olá Tulipa,
Não dizendo nada, mesmo assim disse alguma coisa!...
Compreendo-a perfeitamente, caso esteja na mesma sintonia que eu, o ruído neste país é tanto, que até nos deixa sem palavras. Ah calem-se!...
Bj,
Manuela

Tulipa disse...

Olá Manuela, parece-me que estamos em sintonia. kiss

manjedoura disse...

é verdade o silêncio por vezes diz muito, acho que além de ser uma opção é também uma forte arma.

Tulipa disse...

mangedora, pode ser uma arma bastante cruel.

Helga disse...

O silêncio ás vezes é a melhor forma de dizermos tudo, sem dizer nada.

Também tenho momentos assim...

Kisses :)

Anónimo disse...

eu sei....