1 de março de 2010

Acordo ortográfico

Eu não sou contra o acordo ortográfico. Sou contra erros de ortografia.
Anda a circular no facebook uma Iniciativa de recolha de assinaturas para apresentar à Assembleia da República uma proposta de revogação ou suspensão do acordo ortográfico.
Uma vez que nem sei bem quais são as alterações, muito embora me esforce para escrever português com a maior correcção possível, não sou daquelas pessoas que se escandalizam com facilidade e também não sou muito resistente à mudança.
Na tentativa de perceber melhor este fenómeno, fui fazer uma investigação. Sim, porque embora não seja uma vítima da maioria, gosto de saber o que os outros pensam sobre os assuntos.
Não deixem de ver os comentários efectuados hoje na página do Público, aqui, relativamente a esta notícia, que explicam em grande parte esta minha opinião.
Embora seja só uma opinião, que vale o que vale, considero que as preocupações deveriam passar por garantir que todos os indivíduos portugueses, indivíduos estrangeiros que frequentam as nossas escolas e também os estrangeiros que até são portugueses e que também têm que frequentar as nossas escolas, concluam a escolaridade obrigatória a saber escrever português correcto, com ou sem acordo ortográfico.
Logo que me seja possível, mostro também umas verdadeiras pérolas do facebook na arte de bem escrever.

2 comentários:

Helga disse...

Honestamente sou contra. Desconheço exactamente o que se alterou, mas não vejo necessidade de se mexer na língua de um país, em prol de outro.

Fico a aguardar essas pérolas, pois tal como tu, também sou contra erros de ortografia.

Beijinhos :)

Brown Eyes disse...

Tulipa não vai ser fácil para nós que estamos habituadas a escrever sem acordo. Pelo menos para mim. Sou contra o acordo? Sou porque há palavras que vão levar a sentido dúbio e o acordo é mais confuso do que parece. Tudo isto vai levar a que muita gente nunca consiga entrar no acordo e, até, que deixe de saber escrever. Os erros aumentarão, sem dúvida.
Beijinhos