19 de fevereiro de 2010

Imaginar

Não há nada que me dê mais prazer do que planear uma viagem. A maioria das que planeei não se concretizaram, é certo. No entanto, agrada-me a fantasia, gosto de imaginar. Escolher o destino, escolher a forma de lá chegar e recolher informação sobre tudo o que é possível ver e fazer. Seja num destino longe ou perto. Passo o meu tempo nesta árdua tarefa, a imaginar.
E, num momento, descubro que é na viagem mais comum, na que não planeei, na viagem que não consegui imaginar, que encontro o melhor destino. Inesperadamente.

2 comentários:

Helga disse...

Os grandes dias da nossa vida, são geralmente o que começam de forma simples e rotineira e nem sempre os que planeámos.

Boa viagem e diverte-te, seja qual for o destino.

Kisses :)

Brown Eyes disse...

Tulipa eu gosto de sair à deriva. Planear não me agrada muito. Prefiro sair à aventura. Tenho tido viagens maravilhosas assim. Beijinhos