26 de janeiro de 2010

Em casa de ferreiro, espeto de pau.

Hoje, deu-me para implicar com ditados e provérbios populares. Eu, que até costumo ser admiradora e utilizá-los nas melhores circunstâncias. Não falo muito, porque acho que para bom entendedor meia palavra basta. Errado. Deus só te dá aquilo que consegues carregar. Pois, pois, fia-te na virgem e não corras e acabas com um problema na coluna. Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és. Não me parece nada verdade, passo o dia com pessoas que não escolhi, saio com amigos que resolvem trazer os amigos, trabalho para pessoas que não posso seleccionar, vou ao café e têm uma empregada nova e quando quero ficar sozinha e sossegadita toca o telefone e é a Sílvia da tmn. No entanto, como vozes de burro não chegam ao céu, posso dizer o que me apetece sem medo das consequências de que quem diz o que quer, ouve o que não quer. Mas, como quem tem cu tem medo, é melhor ter atenção. E, quem não arrisca não petisca, ai Amor a quanto obrigas. E porque me apetecia um vinho tinto, não poderia deixar de referir que para uma boa colheita, poda-me em Janeiro, empa-me em Fevereiro, cava-me em Março, em Abril deixa-me dormir, em Maio dá-me um arrendasso e depois verás o que eu faço. Como ano novo vida nova e, é melhor o ano tardio que o vazio e nada tem quem nada lhe basta, vou pôr-me a mexer porque quem muito fala pouco acerta. Mas, vou na esperança de que, quem espera sempre alcança.

7 comentários:

Andrea Mari disse...

Muito criativo!!!adorei este jogo de ditados populares...parabens!
e concordo em casa de ferrero espeto de pau!hahahah
bjosss

maestrina disse...

muito, muito bom.... q bom q foi passar por aqui...

(ah, e adoro muse...)

Carmen Beatriz disse...

Tá espectacular,querida!

adorei mesmo!

beijinho*

Helga disse...

Demais! Super, hiper, mega criativo! Adorei!

Mas o meu preferido é o mais contraditório, porque se saber esperar é uma virtude, por outro lado quem espera desespera, e por fim quem espera sempre alcança... nem que seja um pontapé na pança!

Bj
Helga

Marquês de Sade disse...

Tenho um amigo meu que, quando queremos puxar por algum assunto que a ele diz respeito e dizemos qualquer coisinha para puxar a conversa, ele diz: "Sei bem o que queres... Quem toca na adega quer beber!" :)
Bjinho

tadeu disse...

quem escreve assim não é gago!

rendido à tua escrita!

Tulipa disse...

Obrigada Tadeu!