29 de junho de 2009

Mudanças

Nos últimos dois anos, mudei de casa quatro vezes. É verdade, quatro vezes!
Embora seja uma das coisas que me causa mais stress (concluí isso hoje), posso afirmar que tem algumas vantagens.
Ver a nossa vida em malas de viagem, caixas de papelão e sacos de plástico, não é deveras agradável, mais que não seja pelo lado simbólico da coisa e também devido ao pó que carregamos connosco (para além de outras coisas vivas que podem aparecer no meio).
Mas, deixo de fora as coisas fúteis que nos habituamos a coleccionar e as novas tecnologias ajudam a ter sempre próximos aqueles que são importantes e que carregamos simbolicamente em números de telefone e endereços de e-mail!
Não fosse a máquina de lavar roupa, que tanto pesa e falta faz, poderia dizer que comigo só precisaria de levar o telemóvel e o portátil.
Fora os exageros, e embora não saiba explicar, tenho outras coisas que me acompanham e não deixam de ser muito importantes e que causam alguns transtornos na hora da mudança, como por exemplo, os livros que nunca li, os que li e todos os suportes de velas que me vão oferecendo ao longo destes anos e que não ficam bem em lado nenhum, entre outras coisas.
Mas, esse lado simbólico que já referi, nem sempre é mau. Mudar, pode causar um sentimento agradável.
Começar de novo, permite-nos só levar connosco aquilo que realmente interessa. Essa é a grande vantagem das minhas últimas mudanças, só levo comigo de volta o que realmente interessa e faz falta.
E, devo dizer, que cada vez carrego menos "coisas materiais" comigo.
Está quase a chegar a hora!

4 comentários:

A.G. disse...

Gostei "amiga virtual"...
Bom trabalho...de "mudanças"...
;)

edson marques disse...

Tulipa,

Belíssimo texto o teu!


Só o que está morto não muda..

Abraços, flores, estrelas!

Anónimo disse...

És o máximo. Gostava de saber, durante a tua vida quantas vezes mudas-te? É preciso ter coragem para tal, admiro-te por isso. Bjocas

Lénia

Pedro Bom disse...

Eu ultimamente também tive algumas mudanças, inclusive de cidade o que não é nada fácil mudar tudo, mas tens que me explicar como fazes essas mudanças tão fáceis! :)