18 de abril de 2008

Todas as crenças, todos os desejos, têm necessariamente os seus objectos…

2 comentários:

Edson Marques disse...

Disseste uma grande verdade!

Mas o mais interessante seria se todos os sujeitos se (con) fundissem a todos os seus respectivos objetos...


Abraços, flores, estrelas!

Carla disse...

Posto isto nada mais há a acrescentar. Grande verdade.
Beijo